Fuga

by Jan Felipe

/
  • Streaming + Download

     

1.
04:04
2.
3.
05:04
4.
04:08
5.
6.
04:41
7.
04:19
8.
9.
04:02
10.
11.
00:53

about

Um agradecimento aos amigos que me apoiaram e ajudaram durante a criação deste álbum (me desculpem se esqueci alguém):

Felipe Aguiar, Jonathan Attard, Alinne Anno, Karen Bachega, Carmen Bena e Richard Beer, Filipe Consolini, Eddu Ferreira, Rubens Filho, Lucas Oliveira, Pedro Gabriel, Juliana Pedrosa Gouvea, Deni Takeda, Sofia Gonzalez, Nicolaï Pinheiro, Priscila Reigoto, Pery Sodré, André Felipe de Medeiros, Anna Carolina Naylor, Renato Frias, Giovanna Trivelatto, Bruno Nadkarni, Mariana Luia, Anelise Kawakami, Estúdio Paulo B, Alan Medeiros, Thiago Das Merces.

credits

released October 30, 2016

Instrumentos, vozes, mixagem e masterização por Jan Felipe exceto:

Vocais em "Canção do Luar" por Giovanna Trivelatto, gravados no estúdio Paulo B.
Mixagem e masterização em "One minute Song" por Jonathan Attard.
Mixagem em "Homo Consumens" por Filipe Consolini.
A faixa "Time" usa um sample de uma música sem título de Pery Sodré.
Os sons ambiente no final de "Homo Consumens" foram sampleados do projeto "Caminhadas sonoras" e captados por Renato Frias.

tags

license

about

Jan Felipe

São Paulo, Brasil.

contact / help

Contact Jan Felipe

Streaming and
Download help

Track Name: Fuga
Eu não sei dizer, o quanto mudei.
de olhos fechados, recrio sem perceber
o que se desfez com razão.

Eu só lembro o rio em suas mãos
eu só ouço o vento, um rastro sem direcão
ou compreensão do que fez.

E foi assim que sem gritar
o chão tremeu, abriu no meio da paz,
engoliu sem mais minha acão.

O tempo foi sem provocar
se despediu na curva do seu olhar
que nao vi voltar desde então.

Eu peço emprestada a sua emoção
a sua alegria é minha missão.
Minha razão: sua voz.

Eu so vejo o céu enchendo de luz.
Eu so ouço o lento, o fundo suspiro
do meu mundo. Como estão?

E foi assim que sem gritar
o chão tremeu, abriu no meio da paz,
engoliu sem mais minha ação.

O tempo foi sem provocar
se despediu na curva do seu olhar
que nao vi voltar desde então.
Track Name: Jan Felipe & Giovanna Trivelatto - Canção do Luar
Deixo com você
o meu relógio, o meu pulsar.
Guardo com você
o bandolim e o luar.

Canto pra você
um novo mundo no lugar.
Ah você me fez
desesperado pra mudar.

Lembro de você
do seu sorriso ao me ver
Meu presente seu
É todo dia que cantei.

Quando lhe fiz ver
o cotidiano e seu fim.
Quieto lhe contei
Um mundo não tão longe assim:

Uma casa, verde-água
na beirada de um rio.
Onde guardei
outra vida encostada
na descida de um rio.

Penso em escrever
sobre seu jeito de sumir.
Tenho pra você
anotações quase sem fim.

Meu presente seu
é tudo aquilo que já fiz.
Vezes agradei,
e nao pensei em desistir.

Mas eu nunca vou lhe pedir
também nunca irei lhe impedir.
Eu só me encontro em você
essa canção lhe fará ver porquê.
Track Name: Monopoles
Sauvons-nous, Sauvons-nous du monde inventé
de nos faux soucis au dessus de tout,
superficiels et flous.

Nos plaisirs, et nos cris, étouffent prisonniers
de nos choix fragiles qui nous détiennent tous
nous retiennent et nous poussent.

Tout me semble loin, terrible
on ne s'entend plus
plus une voix dissonante
elles n'interessent plus

Tout me semble loin, terrible
on ne s'entend plus
plus une voix dissonante
elles se taisent et

Tout me semble loin, terrible
on ne s'entend plus
plus une voix dissonante
elles n'interessent plus

Seule, une ombre passe, déchue,
Ou en somme nous? je m'inquiete
pour les gens égarés et les âmes perdues
qui se trouvent toutes seules.

Nos vies etouffent nos voix.
Dans le monde dérivé
elles sonnent tout bas.

Nos vies ne sont pas ce qu’on croie
elles s'éloignent de nos vues à petits pas.
Track Name: Nu Vazio
Você me controla e sabe se entreter
me aflita e me afasta para seu prazer:
não sei viver assim.

Enquanto poeta eu não sei tecer
a palavra certa pra lhe convencer
em me encontrar aqui:

No vazio onde não há perda.
No vazio não há cor exata.

No vazio não importa a vida
No vazio não há dor.

Eu penso em cair e desaparecer
Dentro do vestido que voce desfez
Num tempo sem fim.

Depois de sumir eu quero aparecer
no céu ao seu lado todo anoitecer.
Cantando para ti.

No vazio onde não há perda.
No vazio não há cor exata.

No vazio não importa a vida
No vazio não há fim.
Track Name: One Minute Song
One minute song to hold me here.

Where time keeps fading out
and let reveal
the shape of love
in mysterious air.

Some quiet peace as a sound behind your fears.
Track Name: We Are One
Ten days since you’re gone
The clouds are floating low
The city seems so small
Everyone’s busy, in a hurry, everyday

Looking through the window
I can see the pain
But the world seems so light and fun
Everytime i play for you and me

Misguided. Anywhere. Anytime.

Come back soon babe
I want your love by my side, because

I think that we are one
I dont understand envy
I feel i dont belong
To the world the way it is

And maybe I am wrong
But i can stop to worry
For those i dont know
And everyone i see.

My neighbour says hello
Everytime i sing
My thoughts keeps flying low
by the empty space between the years

But now i have to go
To a better place
Just behind the sun and above
Where we should be one again someday

I think that we are one
I dont understand envy
I feel i dont belong
To the world the way it is

And maybe I am wrong
But i can stop to worry
For those i dont know
And everyone i see.
Track Name: Red Moon
Seven days behind us.
We’re now surrounding the red moon
and our world seems gone.

Seven years ahead us
We’ll pass beyond the black sun
While we look for someone.

One million miles
at your request.
Anywhere you wanna go.

I 'm here for you,
you are my guest.
Anytime you wanna go.

Look seven years ahead us.
Track Name: Baby Don´t Go
Eu não posso acreditar e
pretendo não entender:
os dias não são.

A noite eu vou projetar luz.
Num plano feito refém
do quase refrão:

Baby don't go.

Desvios passam por mim, eu
prometo não perturbar:
os dias se vão.

A noite eu quero cantar com
a trilha que preencheu
mais uma visao.

Foi quando disse:

Baby don't go
Track Name: Vertente
Eu não enxergo a luz comedida
e não encontro o meio perdão.
Como uma garra em forma de vida
que se aperta a cada emoçao.

Não sei mais meu lugar.

Cuidado com o sol na descida
com meu olhar confuso por não
lhe contemplar a certa medida:
a voz acima do coração.

Não sei mais meu lugar.
Track Name: Homo Consumens
Sou
O homem que não percebe seu poder.
O homem que quer a morte com lazer.
Transforma sem dor a terra, o mar, o céu.
O sangue sem cor do homem deus que.

Sou
O ser que criou desejo sem fim
o ser que lutou pra mutilar os seus.
Meu tempo surgiu de toda escravidão.
Sou o que sorriu e que nunca se importou.

Meus ancestrais
venham me ver
me acordem por favor
e nao me deixem cometer.

Meus ancestrais
venham me ver
me impeçam por favor
e nao me deixem cometer.

Sou
O homem que não percebe seu poder.
O homem que quer a morte com lazer.
Transforma sem dor a terra, o mar, o céu.
O sangue sem cor do homem deus que.

Meus ancestrais
venham me ver
me acordem por favor
e nao me deixem cometer.

Meus ancestrais
venham me ver
me impeçam por favor
e nao me deixem cometer.

Sou o que vai,
o que nao é,
o que nao cai.
O que ja foi
e o que jaz,
o que não sente
ou pensa mais.

Pois eu sou: Homo consumens

What have we done to each other?
What have we done to the world?
Track Name: Time
You called me one last time
You called me to show:
The facts of a lifetime.
Take time to show.